15.9.05

Liberdade de expressão?

Este blog é um espaço de manifestação pessoal.

Em geral, o que aqui escrevo é meu. Original.

Sem grandes pretensões sobre a originalidade. Para mim a originalidade é um recriar, um relembrar, um refazer. Um (re)dizer as mesmas coisas de uma maneira que já ninguém se lembra…

Imagino que o blog não seja muito escrutinado. E até prefiro assim, pois isso permite-me uma liberdade quase…intima!

Escrevo mais para mim mesmo. Como se o blog fosse a minha própria bolha de pensamentos. Escrevo porque isso me ajuda muito a organizar a minha própria estrutura mental. E porque gosto de escrever. Isto é um óptimo treino.

É engraçado como o blog (e os chats) me estão a ajudar a passar da escrita no papel para a escrita digital.

Sou o único responsável por o que aqui escrevo. Especialmente em algum eventual mau sentido.

Não me proíbo de aqui colocar textos de outros, mas dou sempre o crédito devido. E se quero fazer publicidade a algo ou alguém sou bem explícito.

Aqui não represento nenhuma instituição. Não é licito aproveitar alguma coisa minha para extravasar consequências para terceiros.
Sim, sou condicionado. E o Blog também!

Tenho as minhas raízes e influências. E orgulho nelas. Não as nego nem escondo. São familiares, profissionais, amizades, genéticas, institucionais, filosóficas, Mestre, geracionais, etc. Sou influenciado e condicionado por tudo isso e muito mais!

Há um assunto que aparece mais que outros pelo simples facto de ser o assunto central da minha vida.

Aqui não há liberdades absolutas!

Eu (o personagem António Matos) não me sinto absolutamente livre. E por extensão o blog também não o é!

Entre os meus condicionamentos está a preocupação de não ser leviano e com isso prejudicar algo ou alguém de que gosto. Nomeadamente familiares, colegas e amigos, que são mais importantes para mim do que e exibir opinões e coisas que tais.

Naturalmente espero a mesma cortesia da parte dos que eventualmente comentam alguma coisa… E sinto que tenho sido respeitado.

Aos que têm participado eventualmente em algum debate agradeço. Especialmente as criticas e discordâncias, que quando bem colocadas com respeito, são sempre muito enriquecedoras.
Se estiverem afim de abordar algum tema, comentários são bem vindos. No meu blog ou no vosso. Ou em outro canal mais apropriado! Para mim é um prazer pois não é fácil encontrar alguém com quem consigamos falar sobre assuntos filosóficos.

Para muitos isso não interessa ou porque não é a sua área ou por estarem embrenhados no seus problemas quotidianos, etc. Alguns não têm cultura. Outros têm uma tendência emocional e mística. Outros só discutem para polemizar e brigar… Enfim. Uma das coisas que mais falta sinto é de algumas discussões filosóficas, politicas e sociológicas que sempre tive com amigos e família.

Costumo ser bem directo (mesmo quando mando indirectas! Heheheh). Gosto de ser claro e não perder tempo. E ás vezes é com o intuito de provocar mesmo, mas com boa intenção. Se for rude, arrogante, pretensioso, etc, dêem-me um desconto e mandem-me para o car…(LOL!)

4 comments:

Luis said...

tas la to!

tenho que dizer que tas la!

Simão said...

É o que tu quiseres Tó!

Força

Anonymous said...

Caro Antonio,

O meu nome e Horacio e sou criador de Golden Retrivers na zona de Porto Salvo!

O seu blog ja faz parte da minha rotina matinal..e tenho a dizer-lhe:

"Antonio, eu, Horacio Nabais, gosto de si!"

Tem ganas e forca....e isso nao e comum nesta piolheira chamada Lusostao!

Um bem Haja..

Horacio

Antonio said...

Simplesmente o melhor coment!

LOLOLOLOLOLOLOLOL