10.10.05

Super heróis

Dirty Harry – o super herói politicamente incorrecto!

Ou será popular mente correcto!?

Sempre gostei de filmes heróicos, principalmente policiais. Ultimamente tenho revisto, por acaso, uma das minhas séries cinematográficas preferidas. Uma das minhas personagens e actores favoritos. John Callahan, o “Dirty Harry”, tão magnificamente interpretado pelo Clint Eastwood.

Muito mais humano que James Bond, John callahan é o verdadeiro super-herói nietzscheano.

Como qualquer herói, especialmente americano, é um individualista. Independente ao estilo “Cowboy lone rider”. Um homem simples e prático, mas em nada comum, que nunca se rende ou pactua com interesses ou poderes sejam lá quais forem as suas patentes. Sem grandes pretensões a ser “profundo” a nível intelectual, as suas convicções são simplesmente inabaláveis.

Destemido, cru e directo. Pouco ou nada dado a compromissos e estratagemas administrativos. A eficácia máxima em nome da verdade e dos inocentes. Combate a injustiça de forma frontal. E claro: nunca morre!

É o herói típico, absolutamente politicamente incorrecto. Contra tudo e todos, em nome do bem!
(O James Bond, especialista em tudo, salva sempre o mundo, é belo e iresistivel e também nunca morre...não está mal!)

1 comment:

Luis said...

Ah grande Harry...

Quantas tardes felizes passamos nos transportes publicos...

eu a fingir que eras tu...e na minha mao qual reflexo falico, a minha magnum 357...

ah!aquelas mulheres gravidas que abatemos pelas costas! aqueles emigras que rebentamos com as proteses...

enfim...belos tempos!

em que a america ainda significava alguma coisa...

em que tu e o Ze Gato eram os meus herois...